Quarta-feira, 11 de Junho de 2008

Que força é esta que me impede de ser bem sucedido? Que dor é esta? Que angústia inquietante, palavras frustantes, lágrimas derramadas, memórias enganadas, absurdo. De onde vens tu? Para onde vais tu? Que queres de mim? Contas-me novidades? Então deixa-me... Pára de me consumir a cada sorriso, de cansar este coração vulnerável... De nihilo nihil! Cito pede labitur aetas. Nada muda. Promessas não ajudam. Não se concretizam... Bonum erat si non natus non fuisset homo ille.



publicado por BSH - Bill Stein Husenbar às 21:18 | link do post | comentar

links
blogs SAPO
RSS