Domingo, 29 de Junho de 2008
 
Por entre um humilhante silêncio,
O cão ladra ansiosamente,
A luz é fraca,
As paredes escondem a vergonha...
Um gemido ecoava esperança
 
Pela escuridão infinita,
Pelos vidros baços,
Pelas ruas longas...
 
No teu sonho,
Quero perseguir-te
Na esperança do nosso futuro.
 
Que esta máscara caia já!
Que me abandone, me deixe
Sentir a paz...
Ab alio spectes alteri quod feceris


publicado por BSH - Bill Stein Husenbar às 12:06 | link do post | comentar

links
blogs SAPO
RSS