Domingo, 29 de Junho de 2008
 
Teu rosto... teu cabelo loiro... tuas belas pinturas. Teu nariz embala-se perante o olhar. Me seduz teu cabelo... O teu sorriso é leve e solta-se como um último acorde de um violino solitário. Teu jeito de ser é doce, rutlilante, deslumbrante... Dás-me esperanças como se não houvesse amanhã. Sorris como se me amasses. Mas será? Por entre os teus lábios entoas melodias formosas e divinas como um jardim rodeado das mais belas pétalas de rosas alguma vez vislumbradas. Tua sinceridade honesta, é mágica em cada teu balancé, teu perfume compara-se à furia do mar... Agressivo e encantador. Em tuas ondas, mensagens mágicas de extâse flutuam. De perfil és deliciosa, perfeita... Como um beija-flor, hospedaste no meu pensamento e consome-lo. E eu? Arrastas a tua simpatia, ironia e benevolência por entre o espaço que te pertence, que te protege, que te esconde do mundo. A passadeira estende-se com os teus raios de beleza. O caminho é livre para espalhares ventura em mim. Não me posso render a este ópio ardente de paixão.
E se subitamente quisesse lutar por ti, largar o mundo, destruir muros e barreiras, desbastar vales, abandonar vidas, rasgar poemas, abandonar utopias e concretizá-las? Why can´t I be happy without you?


publicado por BSH - Bill Stein Husenbar às 12:10 | link do post | comentar

links
blogs SAPO
RSS