Domingo, 16 de Março de 2008
Tento ser quem não sou.
Ser um inocende curioso
Flutuando nas
Nuvens do teu mundo.

Tento ser quem não sou.
Um pintassilgo, piando feliz no
Céu azul do teu mundo.

Tento ser quem não sou.
Uma brisa fria
E refrescante, nas
Ruas do teu mundo.

Tento ser quem não sou.
Uma nau descobridora
Nas ondas que banham o
Mar do teu mundo.

Quero navegar no teu cabelo encaracolado.
Sentir-me rodeado pelos teus tesoros enfaitiçados.

Quero flutuar no teu corpo divino.
Cada teu gesto, conquistar cada teu sorriso.

Quero perder-me nos teus brilantes pensamentos.
Saciar-me das tuas eternas alegrias.

Quero me aprisonar ao teu mundo.
Ser a tua estrela e iluminar-te na escuridão solitária.

Quero ser teu mas, serei sempre de ninguém.
quero ser tudo mas, serei sempre nada.

Não quero desistir mas no fim, vou sempre repudiar-me...


publicado por BSH - Bill Stein Husenbar às 07:45 | link do post | comentar

links
blogs SAPO
RSS