Domingo, 23 de Março de 2008
Porque me propões contantemente uma realidade alternativa? Estou exausto... A minha hora de decadência chegou! Nunca acreditei no seu fundamento. Como é possível este momento ter chegado? Brincas com o meu coração como se ele fosse um brinquedo! Não te envergonhas das tuas decisões e actos irresponsavéis? Eu não tenho culpa de ser quem sou! Se não me aceitas tal como sou, não me sorrias mais... Se não consegues salvar-me, deixa-me cair no esquecimento... Só te peço para parares de estar presente na minha existência! Peço-te piedosamente. Deixa este vagabundo descansar no seu sono... É impossível evitar-te! Eu sei que me vês como um "ele" mas, eu quero ser muito mais! Quero ser o "tal", "o especial", "o único" e o "acaloradamente teu"... És irresistivel. És naturalmente uma presença divina na terra dos comuns. Não tenho forças para abanar o mundo! Os anos passaram e passam apressadamente e cada vez mais estou só, na ponta da solidão. O sossego reina, meu amor... Gostava tanto de te ter aqui comigo! Deixa-me iludir por breves instantes...
"Vem dar azo à nossa paixão, minha querida! Sei que se alguma coisa puder falhar, irá certamente falhar... Mas nós estamos aqui para lutar contra as adversidades do mundo! Juntos seremos triunfadores nessa batalha campal da tristeza. Sei que o nosso amor poderá ser infinito como o Universo. Basta somente tu quereres... E tu és capaz mas, quem disse que querias? Ninguém! Mas eu sei que queres! Os meus olhos choram por todos os montes, da paisagem, em que te vislumbro. Cada lágrima faz me mais humano. Com a tua pesença, toda esta angústia terminaria! Faz uma boa acção e vem ser minha, meu amor... Quanto mais pensares, mais perigoso será. Arrisca e desafia este amor eterno. Dá-lhe forma, cor e destino! Quero-te ver chegar e sentir o teu sorriso junto ao meu corpo. Quero-te dizer o quão grande é o tamanho do teu encanto. Dá-me a tua mão e fecha os olhos... Vem sentir a brisa do vento... Vem voar por entre caminhos sagrados, por estradas únicas... Quero-te agradecer diariamente pelo teu sorriso apaixonado por mim! Quero ficar para sempre aqui junto a ti. Passaste por mim e o amor nasceu. Deixei de ser sensato e tornei-me num fanático pelo amor. Já não sei quem sou... Não interessa se é noite ou dia, se é Primavera ou Inverno, se chove ou se há sol... O amor estará sempre presente. Olha-me nos olhos e diz o que significo para ti. Vem ser minha amor e eu, serei para sempre teu..."


publicado por BSH - Bill Stein Husenbar às 20:41 | link do post | comentar

links
blogs SAPO
RSS